quinta-feira, 15 de maio de 2008

Peça para 2 atrizes




UMA BRISA DE NOITE NO OLHAR
de
RUY JOBIM NETO
(C) Ruy Jobim Neto
personagens:
Ruby
Alícia

(a ação se processa na mente de Alícia, sobre sua prima Ruby)
...............

RUBY
COMO ESTOU DE AZUL?

ALÍCIA
PERFEITA. DEVIA ESTAR COMPLETAMENTE OUTRA.

RUBY
OUTRA?

ALÍCIA
EM MINHAS LEMBRANÇAS.

RUBY
COMO VOCÊ ME VÊ?

ALÍCIA
NUA, PORÉM COM RESERVAS.

RUBY
SEI.

ALÍCIA
NÃO GOSTO DE VER O QUE TE FIZ.

RUBY
NÃO TENHO VERGONHA.

ALÍCIA
MAS EU FIZ. E DEIXEI UMA MARCA EM VOCÊ.

RUBY
FOI HÁ TANTO TEMPO.

ALÍCIA
MAS NÃO ME SAI DA CABEÇA. ME TORTURA, ÀS VEZES.

RUBY
SÉRIO?

ALÍCIA
RUBY, MEU AMOR, MINHA PRIMA QUERIDA, SEI QUE ÉRAMOS PEQUENAS, E QUE CORRÍAMOS MUNDO AFORA, PULÁVAMOS CERCAS, ABRÍAMOS CARTAS DOS OUTROS...
RUBY
(rindo)
A GENTE LIA TUDO...

ALÍCIA
..A GENTE SE DEITAVA NA BEIRA DO RIO.

RUBY
LEMBRO DE TUDO. COMO SE FOSSE AGORA.

ALÍCIA
E VOCÊ ME VEM DE AZUL.

RUBY
PREFERIA OUTRA COR?

ALÍCIA
NÃO VEJO VOCÊ EM COR ALGUMA. APENAS NUA.

RUBY
FALAR NISSO, VOCÊ ESCREVEU AQUELA CARTA PARA MIM?

ALÍCIA
ESTAVA TÃO TARDE. FIQUEI À DERIVA, NÃO QUIS EXPOR O QUE SENTIA. SE É QUE VOCÊ ME ENTENDE.

RUBY
SEM ESSA CARTA NÃO TENHO COMO TE AJUDAR. VOCÊ SABE.

ALÍCIA
NÃO SEI DE NADA. TUDO O QUE LEMBRO É DO SEU PEDIDO, EM FORMA DE DOR TÃO SUTIL, QUE ME CONGELOU A ALMA.

RUBY
FICA DIFÍCIL SEM A CARTA.

ALÍCIA
NÃO.

RUBY
OS TEUS DESEJOS AINDA NÃO ESTÃO CONCRETOS. TODOS PRECISAM DAR ALGO DE SIGNIFICATIVO. ALGO QUE POSSAMOS DIZER QUE TEVE EFEITO, QUE FLUIU COMO AROMA. ASSIM COMO A CHUVA.

ALÍCIA
VOCÊ SEMPRE DIZ TUDO ASSIM.

RUBY
ASSIM?

ALÍCIA
TÃO PLENA DE CORES. VOCÊ FALA EM TONALIDADES QUE NÃO PERCEBO.

RUBY
ME FAZ A CARTA.

ALÍCIA
FICA NUA PRA MIM.

RUBY
VOCÊ GOSTA DE ESSÊNCIA? DE DEGUSTAR O QUE SENTE?

ALÍCIA
EU GOSTO DE VOCÊ.

RUBY
COMO?

ALÍCIA
COMO A CICATRIZ QUE EU TE FIZ. PRA QUE VOCÊ NÃO ME ESQUECESSE.

RUBY
UMA COISA LEVA A OUTRA. CICATRIZES NÃO PRECISAM SER DESENHADAS NA CARNE.

ALÍCIA
VONTADE DE BEIJAR VOCÊ.

RUBY
VOCÊ AINDA NÃO PODE.

ALÍCIA
EU NÃO SEI SE ALGUMA VEZ EU PUDE. MAMÃE SEMPRE MANDAVA A GENTE LAVAR AS MÃOS E IR PARA A MESA, PARA O JANTAR.

RUBY
ELA PODIA SENTIR. TITIA SEMPRE SOUBE.

ALÍCIA
MAS OS MENINOS QUE TE CERCAVAM ME DEIXAVAM LOUCA. VOCÊ DORMIU COM TODOS?

RUBY
COM TODOS. UNS ME ACARICIAVAM COMO NINGUÉM. OUTROS SABIAM BEIJAR DE TAL FORMA QUE EU NÃO QUERIA MAIS NADA DESSA VIDA. OUTROS, AINDA, CUIDAVAM MUITO BEM DE MIM. MAS HAVIA UM QUE ERA INCANDESCENTE. ELE NÃO PARAVA, EU PERDIA OS SENTIDOS.

ALÍCIA
POR QUE VOCÊ FAZ ISSO?

RUBY
TE DEIXAR EXCITADA?

ALÍCIA
COM CIÚMES.

RUBY
É DA MINHA NATUREZA.

ALÍCIA
NÃO É JUSTO.

RUBY
O QUE É JUSTO?

ALÍCIA
VOCÊ BRINCA COMIGO. ME FAZ PENSAR COISAS, IMAGINAR.

RUBY
EU NUNCA FUI TUA. JAMAIS PERTENCI A ALGUÉM.

ALÍCIA
E AGORA VOCÊ QUER ESSA CARTA.

RUBY
SIM, QUERO. PRECISO DELA PARA TE AJUDAR.

ALÍCIA
E EU FICO AGUARDANDO? É ISSO?

RUBY
PRECISO DE INSPIRAÇÃO.

ALICIA
(beija-a) ESTÁ BEM, ASSIM?

RUBY
VOCÊ PRECISA DESSA CARTA COMO PRECISA DE MINHA CICATRIZ.

ALICIA
VOCÊ ME ESMAGA COM SUA PERVERSIDADE. AGORA EU TE QUERO.

RUBY
NÃO PODE. ALIÁS, ESTE BEIJO SEQUER PODERIA TER ACONTECIDO.

ALÍCIA
VÊ COMO VOCÊ FAZ POUCO? NADA SIGNIFIQUEI PARA VOCÊ? ESSA CICATRIZ TE É TÃO PERNICIOSA A PONTOS DE NÃO ME DAR A CHANCE DE OLHAR UMA ÚLTIMA VEZ?
RUBY
VOCÊ PRECISA MESMO DA CARTA, NÃO É? SENTE-SE PARA ESCREVER.

ALICIA
A CICATRIZ, PRIMEIRO.

RUBY
(despe-se da roupa azul) CONSEGUE VER?

ALÍCIA
(aproxima-se) SIM.

RUBY
A CARTA, AGORA.

ALÍCIA
O QUE DEVO ESCREVER?

RUBY
EU DITO. VOCÊ FAZ COM SUA LETRA.

ALÍCIA
POSSO TOCAR? (pegando papel e lápis)

RUBY
AINDA NÃO ESTÁ NA HORA.

ALÍCIA
VOCÊ ESTÁ LINDA.

RUBY
A CARTA. ESCREVA AÍ. "NÃO É MOMENTO PARA BRISAS, MAS SIM PARA SE PERDER.

ALÍCIA
O QUE ISSO QUER DIZER?

RUBY
ESCREVA!... "A NOITE NÃO ESTÁ PLENA PARA O AMOR. COM AS MÃOS CRIVADAS DE ORGULHO EU, ALÍCIA MARTEL, DEIXO A COMPLETA DOR PARA TRÁS, E NA IMENSIDÃO DO MEU OLHAR, EU INICIO MINHA CAMINHADA."

ALÍCIA
CAMINHADA?

RUBY
"EU, ALÍCIA MARTEL, DEVO ME DESPOJAR DAS MINHAS DORES E LEMBRANÇAS, DOS MEUS AMORES E MEDOS, DAS MINHAS CONQUISTAS E PERDAS. TUDO SERÁ DEIXADO PARA TRÁS."

ALÍCIA
E VOCÊ?

RUBY
O QUE VOCÊ VÊ NADA MAIS É DO QUE SUA IMAGINAÇÃO. EU SOU O QUE VOCÊ QUERIA OLHAR.

ALÍCIA
MAS E ESTE PAPEL? E ESTE LÁPIS? NÃO ESTÃO AQUI?

RUBY
ELES SERVEM A UM PROPÓSITO. COMO A MINHA CICATRIZ.

ALÍCIA
EU NÃO ENTENDO.

RUBY
ASSINOU?

ALÍCIA
É SÓ ISSO?

RUBY
ACHA POUCO?

ALÍCIA
E EU VOU PARA JUNTO DE VOCÊ?

RUBY
NÃO.

ALÍCIA
(indigna-se, rasga a carta em seguida) VESTE SUA ROUPA! PÕE ESSE AZUL QUE TE COBRE A CICATRIZ! VAI, VESTE, NÃO QUERO MAIS ESSA DOR!

RUBY
VOCÊ PEDIU. (veste-se)

ALÍCIA
AGORA ME DEIXA SÓ!

RUBY
E A CARTA? SEM ELA VOCÊ NÃO ENTRA E NEM SAI.

ALÍCIA
NÃO ME IMPORTA A CARTA! ME IMPORTA VOCÊ! E SE NEM VOCÊ EU TIVER, MELHOR QUE EU TE ESQUEÇA.

RUBY
UMA LEMBRANÇA, AO MENOS. (beija-a, é retribuída no beijo) EU SEMPRE TE AMEI. E AGORA, ADEUS.

ALÍCIA
PRIMA!...RUBY...RUBY...

RUBY
NÃO, ALÍCIA. MELHOR NÃO. (sai aos poucos, deixando com os dedos o braço de Alícia)

ALÍCIA
(olha para Ruby, que se vai. Olha em seguida para seu braço, leva a mão ao rosto e em seguida, em sofreguidão, todo o braço ao paladar e ao olfato. Olha para a mão e o braço, como se estivesse lendo um texto neles) COMO VOCÊ FICA DE AZUL? TÃO LINDA QUANTO NO DIA EM QUE TE ENFIEI A FACA. NO DIA EM QUE TE DISSE "EU TE AMO" E TE BEIJEI COMO NUNCA. OLHO PARAVOCÊ, OLHO PARA MIM, E O QUE VEJO? UMA PENUMBRA. UMA VASTIDÃO, UM OÁSIS EM NOSSAS VIDAS. TE PERDI? VOCÊ ME PERDEU? NÃO SEI. MAS E QUANTO À CICATRIZ QUE JAMAIS CANSO DE OLHAR, AQUELA CICATRIZ AZUL, COR DE VINHO, AMARELADA COMO O CAIR DA NOITE, E QUANTO A ELA? ELA ESTÁ EM MIM TODA. EU TE ENCONTRO NUMA BRISA MENOS ÁSPERA QUE ESTA. ASSIM, COMO SE NÃO QUISESSE NADA.

(blecaute)

FIM
O texto acima está protegido pelas Leis brasileiras de Direito Autoral. É obrigatório que se solicite permissão para ser montado. Não fazê-lo será passível de ações legais. Para solicitação, falar com o autor: jobimneto.ruy@gmail.com



Free counter and web stats

Um comentário:

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

GOSTEI DO SEU BLOG PARABENS QUANDO DER VISITE O MEU WWW.PALAVRASARTEBLABLABLA.BLOGSPOT.COM